O meu verso dá pulo e cambalhotas
Quando te vê, porque você
É o meu único e definitivo poema

Cambalhotas – Alceu Valença

Parabéns meu Mar, FELIZ ANIVERSÁRIO. Feliz 25 anos. Eu tô sempre aqui, sempre, sempre, sempre!!!

Anúncios