Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede um pouco mais de alma
A vida não para
Enquanto o tempo acelera e pede pressa
Eu me recuso faço hora vou na valsa
A vida é tão rara

Paciência – Lenine

Por ‘sugestão’ da minha amada amiga Xelly, que esteve ao meu lado nessa semana tão difícil e decisiva na minha vida, que me deu apoio incondicional e que me mostrou que apesar de tudo ‘a vida não para’. E curiosamente, tudo que eu temia, tudo que me apavorava, tudo que me fazia sofrer, acabou entrando nos eixos tão bem, tão de repente, que eu não consigo nem entender, mas que de uma maneira ou de outra está me fazendo muito feliz.

Obrigada Xelly e Taceano, por segurarem minhas pontas tão bem quanto seguraram, obrigado Thi por ter acreditado em mim e por ter me estendido a mão pra eu sair desse torpor. Eu amo muito vocês.

Anúncios