Olha
Será que ela é moça
Será que ela é triste
Será que é o contrário
Será que é pintura
O rosto da atriz
Se ela dança no sétimo céu
Se ela acredita que é outro país
E se ela só decora o seu papel
E se eu pudesse entrar na sua vida

Beatriz (Edu Lobo e Chico Buarque) – Milton Nascimento

No primeiro post que eu fiz aqui no Silêncio e Som, eu citei o Trecho do Dia, blog da querida Bia Porfírio e que me serviu de inspiração pra criar esse.

E no meu post de ontem, do Sete Cenas de Imyra, a Bia disse que queria ter uma história “nomial” que nem a minha, e eu falei que ela deveria falar por aí que o dela foi inspirado na música Beatriz do Chico Buarque e Edu Lobo, e por isso, o post de hoje vai pra ela.

Lembrando que Beatriz está entre os nomes com o significado mais lindo que eu conheço – que quer dizer, aquela que faz os outros feliz.

Quando tinha 15 anos dancei um solo com essa música, que foi, certamente uma das coreografias mais lindas que já encenei e já vi. Foi montado pela Ana Lúcia Evans e era profundamente tocante… <3

Anúncios