Eu não nasci pra trabalho
Eu não nasci pra sofrer
Eu percebi que a vida
É muito mais que vencer
Já dirigi automóveis
Já consumi capital
Já decidi que o dinheiro
Não vai pagar, não vai pagar a minha paz
Vamos dançar lá na rua
Vamos dançar pra valer
Vamos dançar enquanto é tempo
Nos aplicar a viver

Vamos Dançar – Ed Motta

Que Ed Motta é Deus todo mundo sabe – até hoje o Thi ri da minha cara, quando lembra a minha cara, quando estava na lojinha do cinema Estação Botafogo, ouço uma voz rouca pedindo os livros que tinha reservado, e quando olho pro lado, aquele homenzarrão de quem eu sou fã desde os tempos de Conexão Japeri – hehehe. Mas hoje eu tô muito num clima de Vamos Dançar – que coño, um puta feriadão, um sol lindo e maravilhoso, e eu aqui, infurnada, na frente do computador, tendo que terminar NOW relatórios que, obviamente, o povo da Microsoft só vai olhar amanhã, mas que querem que sejam enviados hoje no primeiro horário. =P

Nessas horas que eu vejo que, definitivamente, eu não nasci pra trabalho. Queria ter nascido com pai podre de rico pra curtir a vida viajando, conhecendo lugares, e com grana pra comprar o que eu quisesse, na hora que eu quisesse. Mas… Minha vida é essa e, mesmo não tendo nascido pra trabalho, cá estou. Então vou lá terminar, antes que algum chefe venha me mandar e-mail dando bronca – hahaha. =)

Anúncios