Nem Vem Que Não Tem
Nem vem de garfo
Que hoje é dia de sopa
Esquenta o ferro
Passa a minha roupa
Eu nesse embalo
Vou botar prá quebrar
Sacudim, sacundá
Sacundim, gundim, gundá!

Nem vem que não tem – Wison Simonal

Primeiro post do ano tinha que ser uma música bem UP, né! Eu ouço Simonal desde pequena, por conta do meu pai, mas só fui reparar de verdade nela quando assisti Cidade de Deus pela primeira vez (afinal, sou viciada nesse filme e sei de cor cada fala, e, consequentemente, toda a trilha sonora). Eu adoro, acho simplesmente incrível, toda swingada, não dá pra ficar parada ouvindo isso…

Além do que, “nem vem que não tem” será o meu novo lema para 2010 – afinal, eu, com o meu terrível defeito de não saber dizer não para as pessoas, só me fodo, de verde e amarelo e quando preciso vejo que a maioria tá cagando e andando pra mim, portanto… Mudança radical… Isso não quer dizer que eu vá virar uma filha da puta, egoísta, porém, sei que vai ser um ano de cuidar de mim, da minha saúde, de ser mais vaidosa, de zelar por mim, afinal, ninguém pode fazer isso melhor do que eu, né!

Então, 2010 começou hoje, e eu, como prometi, já comecei atualizando mais o blog, né! E é isso aí e que 2010 seja a antítese de 2009… #mededico

Anúncios