Rouxinol tomou conta
Do meu viver
Chegou quando procurei
Razão pra poder seguir
Quando a música ia
E quase eu fiquei
Quando a vida chorava
Mais que eu gritei
Pássaro
Deu a volta ao mundo
E brincava
Rouxinol me ensinou
Que é só não temer
Cantou
Se hospedou em mim

O Rouxinol – Milton Nascimento

Às vezes a gente precisa de um simples empurrãozinho, de algo, de alguém, que nos mostre que por mais que você esteja mal, pra baixo, se sentindo na merda, na verdade só precisamos mudar a forma como estamos enxergando as coisas – até porque, tudo na vida é questão de ponto de vista, pois algo que pra mim está rosa, pode estar cinza pra outra pessoa…

E aí, surge um rouxinol na sua vida e te mostra que a vida é mesmo toda cheia de altos e baixos, e que não adianta se entregar só ao sofrimento, ou, mais ainda, deixar de curtir as coisas legais por medo de um sofrimento posterior. A graça da vida é justamente essa, se entregar, quebrar a cara, e depois rir do acontecido.

Tem horas que é bem difícil de enxergar, mas por mais que você esteja pra baixo, pode acreditar, viver vale muito à pena, mesmo com todos os tropeços que sofremos no caminho. Porque a gente cai, mas aí é só levantar e continuar. Sempre, sempre, sempre, vai ter um rouxinol pra te fazer ver que tudo pode ser bem mais legal do que parece.

Anúncios