Beija-Flor de amor me leva
Como o vento levou a folha
Minha Mamãe soberana
Minha Floresta de jóia
Tu que dás brilho na sombra
Brilhas também lá na praia

Benke (Milton Nascimento e Márcio Borges) – Milton Nascimento

Hoje é aniversário da minha mãe, que é, assustadoramente, a pessoa mais importante da minha vida. Nunca na vida vou conseguir expressar em palavras, atos ou qualquer outro tipo de coisa, o quanto ela é necessária pra mim e o quão desnorteada eu ficaria se ela não fizesse parte de tudo, tudo mesmo…

Absolutamente NADA do que sou, do que fui, do que serei, assim seria se minha mãe não tivesse feito parte disso tudo, se não tivesse sido a mãe leoa que sempre foi, disposta a trabalhar 14 horas por dia pra nos oferecer a melhor educação, os melhores cursos de língua, as melhores academias de dança, as viagens mais engrandecedoras e confortáveis, os brinquedos mais sonhados etc. etc. etc.

E mesmo depois que eu e meu irmão nos tornamos adultos, ainda assim, ela não sossegou e não deixou de estar ao nosso lado, sempre tentando colaborar de toda maneira que pode para a realização dos nossos sonhos. Ela é assim: mãe em tempo integral. Mãe no sentido mais pleno da palavra. Excelente na tarefa de educar, que vestiu pra si e disso fez sua profissão de professora e pedagoga que é e sempre esteve disposta a nos estender mais uma vertente de aprendizado.

Dizer que ela é a melhor mãe do mundo é clichê e não soa verdadeiro. Ela cometeu seus erros, sem dúvida, como todos cometemos. Mas sei, seguramente, que ela foi a melhor mãe que conseguiu ser e isso é maravilhoso, porque desempenhou brilhante bem o papel no qual tanto se empenhou… E é por isso que sou imensamente agradecida e que o meu amor por ela só sabe crescer. Mãe obrigada por tudo e, principalmente, obrigada por ser a minha mãe.

Anúncios