Eu tenho no coração uma voz de cristal
De um alguém, alguém que muito além
Não canta e chora sozinho
Que essa canção oferece a ninguém
Ou pra quem quiser ouvir
Uma canção, atendendo a pedidos
Do meu dorido coração

Alto-falante – Moraes Moreira

Eu tenho no coração uma voz de cristal, por mais que eu transpareça ao mundo essa voz berrada que quem me conhece bem sabe. Tanto tenho essa voz de cristal, que o pessoal da Dudinka brincava que quando necessário eu sabia fazer uma voz de virgem como ninguém…

Mas o trecho escolhido é mais pra deixar claro que eu não sou, nem nunca fui, uma pessoa de chorar sozinha. Eu sempre faço questão de expor os meus motivos, sejam eles para amar, para rir, para odiar, para chorar. Essa sou eu, transparente ao excesso. Se eu amo, beijo. Se eu acho graça, gargalho. Se eu detesto, transpareço. Se fico triste, desabo em prantos. E não tem jeito, assim fui ao longo desses meus 31 anos. E assim serei pelo resto da vida, bradando meus sentimentos a quem estiver disposto a ouví-los.

Anúncios