Já senti saudade
Já fiz muita coisa errada

Bom Senso (Tim Maia) – Social Samba Fino

Há duas semanas, o Silêncio e Som completou dois anos, e como eu estava no Rio no dia deixei para fazer o post quando chegasse em São Paulo e, por isso, o post não saiu na data… =)

Aí rolou que o Thi chegou de viagem e eu não postei quando cheguei em São Paulo. E no dia seguinte teve aniversário da Lana e da Raíssa, o post tinha que ser delas, né! Por isso, acabei deixando a celebração para depois. Só que então, o Thi ficou super doente, intoxicado por salmonela e quase me matou de susto. Aí fiquei uma semana totalmente voltada para ele, e agora sim, estou podendo focar no blog de novo e vim aqui, enfim, fazer o post de aniversário.

Acho que o segundo ano editorial do Silêncio e Som foi bem melhor, com bem mais posts, mais acessos etc. etc. etc. do que o primeiro e assim espero que seja com o terceiro, o quarto e o quinto. Hoje estou aqui clamando por algo que nunca é demais: bom senso. Esse ingrediente que volta e meia falta em cada um de nós e falta em demasia na receita do ser humano. E que os próximos anos do blog tenham sempre bom senso, acompanhados de bom gosto, boa música e boas reflexões e histórias para contar.

E de quebra, vim mostar o trabalho desse grupo, Social Samba Fino, que vem feito muita coisa legal, misturando diversos estilos musicais e fazendo um som muito gostoso de ouvir. Vale muito a pena conferir, eles já gravaram Chico Buarque, Los Hermanos e Jorge Ben (que pra mim nunca terá o “jor” no final… =D). É uma música de qualidade e que merece a atenção de quem curte samba e música brasileira como um todo.

Anúncios