You are currently browsing the monthly archive for agosto 2011.

Se me der um beijo eu gosto
Se me der um tapa eu brigo
Se me der um grito não calo
Se mandar calar mais eu falo
Mas se me der a mão
Claro, aperto
Se for franco
Direto e aberto
Tô contigo amigo e não abro
Vamos ver o diabo de perto

Recado – Gonzaguinha (Gonzaguinha)

Bom, o motivo óbvio pelo qual a música grudou na cabeça é que hoje estreia a novela nova da Globo, Fina Estampa, e não sei se essa é a música da abertura, mas é a das chamadas que apresenta cada personagem. E como eu adoro essa música, foi impossível não reconhecê-la e passar os últimos dias cantarolando pra cima e pra baixo.

Ela é toda fantástica e foi difícil selecionar só um trecho, mas acabei optando pelo trecho inicial, embora eu ame a frase: ‘Quem mandava em mim nem nasceu’, que é de outro trecho. Mas o escolhido foi porque é muito um retrato de mim mesma, daquela que não leva desaforo pra casa, mas que tem sempre uma atitude de fazer um contato amigável e de ser receptiva ao primeiro contato, sem falar que sou das que move montanhas por aqueles que me são caros e por eles sou disposta a encarar as maiores enrascadas. Agora eu tô ansiosa pra ver uma novela que tem no escalão de frente Lilia Cabral e Christiane Torloni e que tem uma música tão incrível em sua trilha sonora. E que seja melhor que Insensato Coração – hehehe.

Anúncios

Canta uma canção bonita
Falando da vida em ré maior
Canta uma canção daquelas
De filosofia e mundo bem melhor
Canta uma canção
Que aguente essa paulada
E a gente bate o pé no chão
Canta uma canção daquelas
Pula da janela
E bate o pé no chão

Intuição (Oswaldo Montenegro/Ulysses Machado) – Oswaldo Montenegro

Pois é, mundo, eu gosto de Oswaldo Montenegro (e desde criança!), e já, desde criança que ouço zoações dizendo que sou a única pessoa do mundo que gosta dele – hehehe – mas que se pode fazer?! Como se explicar amores e empatias?! Não se explica… :)

Aí que eu sempre me emocionei demais com as letras, sempre me identifiquei muito. E essa é, particularmente, uma canção linda, com uma melodia extremamente tocante. E que fala de algo muito forte pra mim, que é a fé e a esperança: no mundo, na humanidade, no que há de melhor nas pessoas. E apesar de dia após dia um monte de gente se esforçar em me provar que eu estou errada em acreditar nos outros, volta e meia aparece uma pessoa com uma atitude tão nobre e grandiosa, que só reforça ainda mais a minha fé.

Por isso eu sou teimosa sim e acredito mesmo num mundo melhor e em pessoas que se preocupam com os outros e que tem uma motivação maior que se “dar bem” às custas dos outros.

Instagram

Simples Desejo (Daniel Carlomagno e Jair Oliveira) - Luciana Mello #mpb #lucianamello #jairoliveira

Isso é um mantra diário, sempre que algo vem pra azucrinar e tirar a minha paz. 😊 Cajuína - Caetano Veloso (mas eu gosto bem mais na voz da Gal Costa) - é uma música linda, lindíssima, curtinha e maravilhosa, que sempre, sempre, sempre me arranca lágrimas. Caetano a compôs em homenagem ao amigo Torquato Neto, que foi junto com ele um dos fundadores do Tropicalismo, e que se suicidou no começo da década de 70.  #MPB #tropicalismo #caetanoveloso #galcosta #torquatoneto Ê, povo, ê - Gilberto Gil #MPB #GilbertoGil - música que tá tocando em looping na minha semana desde domingo. Código de acesso (Itamar Assunção) - Zélia Duncan #MPB #zéliaduncan #itamarassunção Eu nunca te amei idiota (Alvin L.) - Ana Carolina #MPB #rocknacional #anacarolina Sobre o tempo (John) - Pato Fu #patofu #rocknacional #fernandatakai Dê um rolê (Moraes Moreira) - Novos Baianos #NovosBaianos #MPB Caçamba (Éfson e Odibar) - Molejo #samba #pagode #molejo Viva (Kledir Ramil) – Kleiton e Kledir #MPB #kleitonekledir
Simples Desejo (Daniel Carlomagno e Jair Oliveira) - Luciana Mello #mpb #lucianamello #jairoliveira

Isso é um mantra diário, sempre que algo vem pra azucrinar e tirar a minha paz. 😊