Se me der um beijo eu gosto
Se me der um tapa eu brigo
Se me der um grito não calo
Se mandar calar mais eu falo
Mas se me der a mão
Claro, aperto
Se for franco
Direto e aberto
Tô contigo amigo e não abro
Vamos ver o diabo de perto

Recado – Gonzaguinha (Gonzaguinha)

Bom, o motivo óbvio pelo qual a música grudou na cabeça é que hoje estreia a novela nova da Globo, Fina Estampa, e não sei se essa é a música da abertura, mas é a das chamadas que apresenta cada personagem. E como eu adoro essa música, foi impossível não reconhecê-la e passar os últimos dias cantarolando pra cima e pra baixo.

Ela é toda fantástica e foi difícil selecionar só um trecho, mas acabei optando pelo trecho inicial, embora eu ame a frase: ‘Quem mandava em mim nem nasceu’, que é de outro trecho. Mas o escolhido foi porque é muito um retrato de mim mesma, daquela que não leva desaforo pra casa, mas que tem sempre uma atitude de fazer um contato amigável e de ser receptiva ao primeiro contato, sem falar que sou das que move montanhas por aqueles que me são caros e por eles sou disposta a encarar as maiores enrascadas. Agora eu tô ansiosa pra ver uma novela que tem no escalão de frente Lilia Cabral e Christiane Torloni e que tem uma música tão incrível em sua trilha sonora. E que seja melhor que Insensato Coração – hehehe.

Anúncios