A fé tá na manhã
A fé tá no anoitecer
Ô-ô
No calor do verão
A fé tá viva e sã
A fé também tá pra morrer
Ô-ô
Triste na solidão

Andá com fé eu vou
Que a fé não costuma faiá
Andá com fé eu vou
Que a fé não costuma faiá

Certo ou errado até
A fé vai onde quer que eu vá
Ô-ô
A pé ou de avião
Mesmo a quem não tem fé
A fé costuma acompanhar
Ô-ô
Pelo sim, pelo não

Andar com fé – Gilberto Gil

O motivo por eu ter criado o Silêncio e Som há mais de quatro anos exatamente porque sempre tô cantarolando uma música ou outra, por isso não tinha muito sentido eu ficar sem alimentar este blog. Agora com o projeto diário, é legal porque há uma meta, um comprometimento pessoal, e assim eu preciso aparecer, de um jeito ou de outro.

Hoje eu tô aqui, correndo atrás de fazer os meus direitos por conta de um vuco-vuco de cancelamento de passagem. Mas estou muito bem orientada e sei que o desfecho será satisfatório. E, pô, é começo de ano, há aquela aura de coisa boa no ar, e não tem porque eu desanimar logo agora, na primeira semaninha do ano.

Sem falar que acabei conversando com a Suelen sobre duas pessoas muito queridas, que já se foram, e eu estou com os meus melhores pensamentos e vibrações para eles, seja lá qual o plano em que eles estejam. Que o caminho deles seja guiado por muita luz e coisas boas, porque o amor por eles que as pessoas que aqui estão sentem não diminuiu. Por isso eu sei que eu vou continuar andando com fé por aí, porque ela, essa sim eu sei, que não costuma falhar mesmo. ;)

365/04

Anúncios