A Bahia,
Estação primeira do Brasil
Ao ver a Mangueira nela inteira se viu,
Exibiu-se sua face verdadeira
Que alegria
Não ter sido em vão que ela expediu
As Ciatas pra trazerem o samba pra o Rio
(Pois o mito surgiu dessa maneira)
E agora estamos aqui
Do outro lado do espelho
Com o coração na mão
Pensando em Jamelão no Rio Vermelho
Todo ano, todo ano
Na festa de Iemanjá
Presente no dois de fevereiro
Nós aqui e ele lá
Isso é a confirmação de que a Mangueira
É onde o Rio é mais baiano

Onde o Rio é mais baiano – Caetano Veloso

Hoje, dois de fevereiro, dia de Iemanjá, a Bahia deve estar linda, em festa e eu amaria estar lá pra ver aquele povo lindo em festa. Escolhi essa música maravilhosa do Caetano, do tempo em que ele ainda era um cara genial em que ele exalta o vínculo entre essas duas cidades que ele (e eu também) tanto ama e faz uma ponte entre Salvador e o Rio.

E que Iemanjá (e todos os orixás, santos, anjos e arcanjos) esteja olhando por nós e nos abençoe nesse dia de hoje e que espalhe essa bênção pelo resto do ano. E muito axé para todos nós…

365/25

Anúncios