Eu estou vestido com as roupas e as armas de Jorge
Para que meus inimigos tenham pés, não me alcancem
Para que meus inimigos tenham mãos, não me peguem, não me toquem
Para que meus inimigos tenham olhos e não me vejam
E nem mesmo um pensamento eles possam ter para me fazerem mal

Armas de fogo, meu corpo não alcançará
Facas, lanças se quebrem, sem o meu corpo tocar
Cordas, correntes se arrebentem, sem o meu corpo amarrar
Pois eu estou vestido com as roupas e as armas de Jorge

Jorge Da Capadócia (Jorge Ben) – Fernanda Abreu

Pra quem acredita, oficialmente hoje começa o meu inferno-astral, e aí eu decidi que nada melhor que um banhinho de sal grosso pra espantar qualquer ziquizira extra – porque eu não tô precisando delas não – hehehe. E aí decidi que era o momento pra postar uma música, que já apareceu por aqui, mas que tinha que ser ela, porque ela é daquelas que tem o “poder” da blindagem, que parece que nos dá força pra seguir adiante, mesmo que tudo esteja nos alvejando. Por isso, inferno-astral, podem vir que eu tô prontinha pra te encarar com as armas de Jorge… ;)

365/30

Anúncios