You are currently browsing the monthly archive for julho 2014.

Se for mais veloz que a luz
Então escapo da tristeza
Deixo toda a dor pra trás
Perdida num planeta abandonado
No espaço e volto sem olhar pra trás…

Busca Vida (Hebert Vianna) – Os Paralamas do Sucesso

Aquele post típico de fim de dia corrido, e hoje eu tava ouvindo Nove Luas no looping no carro, como foi dirigindo até o ABC, deu tempo de ouvir o CD umas três vezes – é, eu ainda ouço CD, sou total old school (hehehe) e geralmente não troco o disco durante o trajeto, por isso que ouvi, reouvi e reouvi de novo. =D

Desde quando esse disco foi lançado, em 1996, que essa é a minha faixa predileta. Sempre me emocionou muito, e até hoje quando começa aquele “uuuuuhhhhh, papapapapa” eu fico arrepiada. Por isso, hoje ela foi a escolhida pra estar aqui, porque ela grudou na cabeça – na verdade está grudada há 18 anos ;) – e não consegui mais parar de cantar.

Anúncios

Eu vou lhe avisar
Goleiro não pode falhar
Não pode ficar com fome
Na hora de jogar
Senão, um frango aqui, um frango ali
Um frango acolá

Eu vou lhe avisar (Jorge Ben Jor) – Gal Costa

É, não foi fácil, nem gostoso, nem bonito de se ver. Depois da sacolada de 7×1 da Alemanha, ainda colocamos a cereja do bolo perdendo por 3×0 pra Holanda e amargando um quarto lugar sofrível. Felipão, sem fazer mea culpa repetindo os mesmos erros e perpetuando os “seis minutos” de apagão e nos oferecendo mais um triste espetáculo. Mas ainda mais difícil, ruim e feio foi ver o comportamento da torcida no estádio. Não me surpreende muito, porque isso é aquela coisa típica de torcedor de Copa, aquele torcedor que acha que jogo é balada e mal sabe como se portar diante do time adversário ou mesmo do seu próprio time quando este está perdendo.

Podem falar a vontade que Copa é diferente, mas é muito ruim ver as pessoas agredindo o time adversário e atacando seu próprio time no momento em que ele mais tá precisando de apoio. Achei triste, ainda mais vindo do povo que canta que é brasileiro com muito orgulho, com muito amor e que bate no peito pra falar que aqui é o país do futebol. Há duas semanas, eu e Thi fomos até Salvador ver Bélgica X EUA e foi um espetáculo a parte. Os EUA que zero tem tradição em futebol, berrando até o último segundo “I believe that we will win”, mesmo vendo o time perdendo o tempo todo. Eu estava torcendo pra Bélgica, mas cerca de 90% do estádio era pró-Estados Unidos e era um fuzuê lindo de ver. Agora ver esse bando de brasileiro que nunca liga pra futebol, de quatro em quatro anos querer bradar o seu amor (bem às avessas, diga-se de passagem) pelo País e sua seleção, querer palpitar no time escalado, e aí, a qualquer derrapada, virar as costas, vaiar, queimar bandeira. Que amor é esse? Que orgulho é esse? De onde eu venho isso tem qualquer outro nome, menos amor e orgulho.

Saí do estádio triste, desanimada e decidida que nunca mais vou assistir a um jogo da seleção aqui no Brasil. É um gasto de tempo, de dinheiro e de energia pra estar ao lado de torcedores de ocasião, que mal sustentam o seu “amor” ao time.

Agora, pra Seleção Brasileira, fica uma dica: não queiram mais fazer Copa em casa não. Vocês merecem um palco e uma plateia muito melhor do que essa.

Dizia ele: “Estou indo pra Brasília
Neste país lugar melhor não há”

Faroeste Caboclo (Renato Russo) – Legião Urbana

Minha segunda vez em Brasília. A primeira foi em 2010, naquele bate-volta insano pra vir buscar a Amélie, agora, embora rapidinho, já que o intuito seja ver a disputa de 3º e 4º lugares da Copa (e que eu nunca supus que fosse ser jogo do Brasil), viemos com um dia e meio de antecedência e tá dando pra aproveitar um pouquinho.

Estamos sendo recebidos magnificamente bem pela Rita, mãe da minha xará Tayra, que além de nos hospedar ainda tá servindo de guia-turístico. Hoje fomos ver o Palácio do Alvorada, Congresso, Catedral e Esplanada dos Ministérios. Amanhã cedo vamos ao Lago Paranoá e vamos subir a Torre de TV pra ver Brasília de cima (tudo isso antes de ir pro jogo – hehehehe).

Mas estou amando Brasília, e enfim, costruindo uma impressão sobre o lugar. E já quero morar aqui na Asa Norte, pode? <3

Ah, agora o Silêncio e Som também tem Instagram, aproveita e segue a gente por lá, pra conferir as “imagens” nas nossas músicas.

Quase sempre ser feliz
É um alento ou uma falta de ar
Capaz de me fazer
Um pouco acreditar
Que o sonho mais perfeito
Pode se realizar

Nuvens (Fernanda Takai) – Pato Fu

Hoje eu, Luciana e Bianca tivemos a honra de realizar nosso primeiro sonho e compartilhar esse momento ímpar na vida da nossa wish kid. Foi lindo cada instante, a reação da Camila, o esforço de tantas pessoas que se sensibilizaram com a história dela e se mobilizaram para tornar o sonho da Camila realidade.

Obrigada Make-A-Wish Brasil por nos proporcionar um momento tão incrível e engrandecedor, e muitíssimo obrigada a todos que contribuíram de alguma maneira para que esse sonho se concretizasse. E que venham muitos outros sonhos. <3

Instagram

Simples Desejo (Daniel Carlomagno e Jair Oliveira) - Luciana Mello #mpb #lucianamello #jairoliveira

Isso é um mantra diário, sempre que algo vem pra azucrinar e tirar a minha paz. 😊 Cajuína - Caetano Veloso (mas eu gosto bem mais na voz da Gal Costa) - é uma música linda, lindíssima, curtinha e maravilhosa, que sempre, sempre, sempre me arranca lágrimas. Caetano a compôs em homenagem ao amigo Torquato Neto, que foi junto com ele um dos fundadores do Tropicalismo, e que se suicidou no começo da década de 70.  #MPB #tropicalismo #caetanoveloso #galcosta #torquatoneto Ê, povo, ê - Gilberto Gil #MPB #GilbertoGil - música que tá tocando em looping na minha semana desde domingo. Código de acesso (Itamar Assunção) - Zélia Duncan #MPB #zéliaduncan #itamarassunção Eu nunca te amei idiota (Alvin L.) - Ana Carolina #MPB #rocknacional #anacarolina Sobre o tempo (John) - Pato Fu #patofu #rocknacional #fernandatakai Dê um rolê (Moraes Moreira) - Novos Baianos #NovosBaianos #MPB Caçamba (Éfson e Odibar) - Molejo #samba #pagode #molejo Viva (Kledir Ramil) – Kleiton e Kledir #MPB #kleitonekledir
Simples Desejo (Daniel Carlomagno e Jair Oliveira) - Luciana Mello #mpb #lucianamello #jairoliveira

Isso é um mantra diário, sempre que algo vem pra azucrinar e tirar a minha paz. 😊