You are currently browsing the category archive for the ‘crise existencial’ category.

Solidão, palavra
Cavada no coração
Resignado e mudo
No compasso da desilusão…

Viu!
Desilusão, desilusão
Danço eu, dança você
Na dança da solidão

Dança da Solidão – Paulinho da Viola (mas na voz da Marisa Monte também é uma delícia)

Dizem que o pior tipo de solidão é aquele que você sente quando está no meio de uma multidão. Voilá! Essa sou eu hoje: milhares e milhares de pessoas ao meu redor e eu me sentindo a mais solitária das criaturas. Mas é isso, logo mais aparece um rouxinol e eu fico bem novamente… =)

Anúncios

Há mulheres que se pintam de caulim
Na Costa do Marfim
Para o Deus louvar
Eu também me pinto para o luar, em mim,
A prata derramar
Oh! Musa da inspiração!
Oh! Musa da inspiração!
Oh! Musa da inspiração!
Caia sobre mim este céu sem fim

Há mulheres – Rita Ribeiro

Essa é simplesmente a música do dia, sempre que a ouço me bate uma inspiração forte, uma vontade de ser feliz, de sair cantando, dançando e amando. Hoje quando liguei o rádio, tava meio jururu, mas ‘Há Mulheres’ tem a capacidade de mudar o curso do meu ânimo. =)

Basta escutá-la para dar novo gás à vida…

Eu não sei o que vi aqui
Eu não sei prá onde ir
Eu não sei porque moro ali
Eu não sei porque estou

Eu não sei prá onde a gente vai
Andando pelo mundo
Eu não sei prá onde o mundo vai
Nesse breu vou sem rumo

Onde ir – Vanessa da Mata

Sem muito mais o que dizer, não sei pra onde ir, não sei porque estou, não sei pra onde vou…

Eu tento me erguer
Às próprias custas
E caio sempre nos seus braços
Um pobre diabo é o que sou…

(…)

Meu sorriso se foi
Minha canção também
Eu jurei por Deus
Não morrer por amor
E continuar a viver…

O Girassol (Edgard Scandurra) – Ira!

Afff!!! Tô precisando achar a mola no meu fundo do poço – quero bater lá e voltar pra cima com tudo, mas parece que nesses dias tá bem difícil. A Giselinha que chegaria hoje pra ficar comigo acabou perdendo a conexão na França… Quem sabe ela não chegue amanhã pra ficar comigo, dar e receber carinho… =)

Lamúrias, lamúrias e mais lamúrias… Parece emice, mas é muito mais forte que eu. =(

Não tenho o que dizer
São só palavras
E o que eu sinto
Não mudará

Tudo o que quer me dar
É demais
É pesado
Não há paz

Tudo o que quer de mim
Irreais
Expectativas
Desleais

Boa Sorte / Good Luck – Vanessa da Mata Ben Harper

Não sabendo lidar com todas as coisas que a vida tem me dado (e me tomado) nos últimos tempos. Parece que tudo que as pessoas tem me dado é demais, mas em segundos todas essas coisas se transformam em de menos. É muito complicado lidar com essa dubiedade constante dos meus humores e emoções. Além disso, fico temerosa de estar machucando as pessoas ao meu redor, com tanta melancolia. Meus pais, o Thiago, a Carol, a Xelly, o Wandeko, o Lucas e tantos outros que tem me dado apoio nesse momento tão inconstante que qualquer palavra de carinho e amizade tem um poder imenso.

Eu admiro o que não presta
Escravizo quem eu gosto
Eu me não entendo
Eu trago o lixo para dentro.

Tudo Pela Metade (Marisa Monte E Nando Reis) – Marisa Monte

Hoje a montanha-russa está lá embaixo… =(

É uma merda não dar conta de dominar isso tudo… Mas juro que estou tentando dominar essa depressão horrorosa.

Mais um ano que se passa
(…)
Já não tenho a mesma idade
Envelheço na cidade

Essa vida é jogo rápido
Para mim ou prá você
Mais um ano que se passa
Eu não sei o que fazer…

Envelheço na Cidade (Edgard Scandurra) – Ira!

Pois é, cheguei aos 30!!! o.O

Envelhecendo totalmente na cidade… Tomara que esse seja só um marco para que a minha vida mude positivamente e dê a guinada de que eu estou precisando. =D

Tantas mentiras e no fim
Faltava só uma palavra
Faltava quase sempre um sim
Agora já não falta nada
Eu não quis, te fazer infeliz
Não quis…. Por tanto não querer, talvez fiz…

Partir, andar (Herbert Viana) – Zélia Duncan e Herbert Viana

Porque às vezes, sem perceber, a gente magoa e faz infeliz as pessoas que a gente mais ama…

Alma, daqui do lado de fora
Nenhuma forma de trauma sobrevive.
Abra a sua válvula agora

Alma (Pepeu Gomes e Arnaldo Antunes) – Zélia Duncan

Sadness!!! Strong!!! Tentando me convencer de que vai tudo ficar melhor.

Antigamente eu vivia de verdade
Agora estou aqui, tão só
Coberta pelo pó
Ela dizia que não ia me esquecer

Antigamente – Sandra Peres e Paulo Tatit

Sem muito o que dizer, apenas muito triste… A pior coisa é ver uma pessoa a quem dedicamos nosso amor e amizade incondicional seguir em frente sem você fazer mais parte da vida dessa pessoa.

Instagram

Simples Desejo (Daniel Carlomagno e Jair Oliveira) - Luciana Mello #mpb #lucianamello #jairoliveira

Isso é um mantra diário, sempre que algo vem pra azucrinar e tirar a minha paz. 😊 Cajuína - Caetano Veloso (mas eu gosto bem mais na voz da Gal Costa) - é uma música linda, lindíssima, curtinha e maravilhosa, que sempre, sempre, sempre me arranca lágrimas. Caetano a compôs em homenagem ao amigo Torquato Neto, que foi junto com ele um dos fundadores do Tropicalismo, e que se suicidou no começo da década de 70.  #MPB #tropicalismo #caetanoveloso #galcosta #torquatoneto Ê, povo, ê - Gilberto Gil #MPB #GilbertoGil - música que tá tocando em looping na minha semana desde domingo. Código de acesso (Itamar Assunção) - Zélia Duncan #MPB #zéliaduncan #itamarassunção Eu nunca te amei idiota (Alvin L.) - Ana Carolina #MPB #rocknacional #anacarolina Sobre o tempo (John) - Pato Fu #patofu #rocknacional #fernandatakai Dê um rolê (Moraes Moreira) - Novos Baianos #NovosBaianos #MPB Caçamba (Éfson e Odibar) - Molejo #samba #pagode #molejo Viva (Kledir Ramil) – Kleiton e Kledir #MPB #kleitonekledir
Simples Desejo (Daniel Carlomagno e Jair Oliveira) - Luciana Mello #mpb #lucianamello #jairoliveira

Isso é um mantra diário, sempre que algo vem pra azucrinar e tirar a minha paz. 😊