You are currently browsing the tag archive for the ‘Edgard Scandurra’ tag.

Eu tento me erguer
Às próprias custas
E caio sempre nos seus braços
Um pobre diabo é o que sou…

(…)

Meu sorriso se foi
Minha canção também
Eu jurei por Deus
Não morrer por amor
E continuar a viver…

O Girassol (Edgard Scandurra) – Ira!

Afff!!! Tô precisando achar a mola no meu fundo do poço – quero bater lá e voltar pra cima com tudo, mas parece que nesses dias tá bem difícil. A Giselinha que chegaria hoje pra ficar comigo acabou perdendo a conexão na França… Quem sabe ela não chegue amanhã pra ficar comigo, dar e receber carinho… =)

Lamúrias, lamúrias e mais lamúrias… Parece emice, mas é muito mais forte que eu. =(

Anúncios

Mais um ano que se passa
(…)
Já não tenho a mesma idade
Envelheço na cidade

Essa vida é jogo rápido
Para mim ou prá você
Mais um ano que se passa
Eu não sei o que fazer…

Envelheço na Cidade (Edgard Scandurra) – Ira!

Pois é, cheguei aos 30!!! o.O

Envelhecendo totalmente na cidade… Tomara que esse seja só um marco para que a minha vida mude positivamente e dê a guinada de que eu estou precisando. =D

Anúncios