You are currently browsing the tag archive for the ‘Moraes Moreira’ tag.

Felicidade é uma cidade pequenina
É uma casinha é uma colina
Qualquer lugar que se ilumina
Quando a gente quer amar

Pão e Poesia – Moraes Moreira

Ah, como eu gosto de Moraes Moreira (e Novos Baianos), acho que é tudo culpa do meu pai, que sempre botou pra ouvir a música deles desde que eu era bebê. E essa aí é um primor, né! Eu escolhi essa hoje porque tô num desses dias em que acho que a gente deve perceber a felicidade que vai se descortinando na nossa vida nas coisas menores no dia a dia. Uma coisa meio que como a frase de Gandhi que diz que “não há caminho para a felicidade, a felicidade é o caminho”. Porque ela não pode ser a meta, ela tem que ser o dia a dia, a coisa que você constrói, os seus atos. Algo que você faz e recebe em troca um sorriso, um abraço, um beijo, qualquer coisa que vai aquecer seu coração e te encher de paz e de te fazer feliz, naquele momento específico. E dependendo de como você é, esse momento pode se repetir mais e mais e mais. Cabe a você. Tem muita coisa externa que vai interferir, te tirar do prumo, deixar você pra baixo, mas o poder de dar uma pollyannada é só seu e às vezes isso faz um bem danado.

PS: Hoje vai sem link, porque eu cacei internet afora e só achei a versão da Simone, ouvi e não gostei e eu queria compartilhar a do Moraes Moreira mesmo, que é mais calminha, gostosinha, assim como a música pede. :)

365/20

Anúncios

Acabou chorare, ficou tudo lindo
De manhã cedinho
Tudo cá cá cá, na fé fé fé
No bu bu li li, no bu bu li lindo
No bu bu bolindo
No bu bu bolindo
No bu bu bolindo
Talvez pelo buraquinho
Invadiu-me a casa
Me acordou na cama
Tomou o meu coração
E sentou na minha mão
Abelha, abelhinha…
Acabou chorare
Faz zunzum pra mim
Faz zunzum pra eu ver
Abelho, abelhinha
Escondido faz bonito
Faz zunzum e mel
Faz zum zum e mel
Faz zum zum e mel
Inda de lambuja
Tem o carneirinho
Presente na boca
Acordando toda gente
Tão suave mé, que suavemente
Abelha, carneirinho…
Acabou chorare
No meio do mundo
Respirei eu fundo
Foi-se tudo pra escanteio
Vi o sapo na lagoa
Entre nessa que é boa
Fiz zunzum e pronto
Fiz zum zum e pronto
Fiz zum zum

Acabou chorare (Galvão – Moraes Moreira) – Novos Baianos

Essa é daquelas músicas que eu escuto desde criança com o meu pai, sabe! E adoro… Tentei escolher um trecho e não consegui, por isso enfiei ela completa goela abaixo de vocês. Mas o fato é que a música toda me dá um sentimento tão bom, uma paz, um alto-astral…

Esse trechinho talvez pelo buraquinho, invadiu-me a casa, me acordou na cama. Tomou o meu coração e sentou na minha mão, é bem isso, da energia que chega e te toma e te faz feliz, naquele momento em que a música toca e que, às vezes, tem a capacidade de se irradiar pelo resto do seu dia, te fazendo um bem enorme. E foi isso que Acabou Chorare fez por mim hoje e que eu queria compartilhar com vocês.

Eu tenho no coração uma voz de cristal
De um alguém, alguém que muito além
Não canta e chora sozinho
Que essa canção oferece a ninguém
Ou pra quem quiser ouvir
Uma canção, atendendo a pedidos
Do meu dorido coração

Alto-falante – Moraes Moreira

Eu tenho no coração uma voz de cristal, por mais que eu transpareça ao mundo essa voz berrada que quem me conhece bem sabe. Tanto tenho essa voz de cristal, que o pessoal da Dudinka brincava que quando necessário eu sabia fazer uma voz de virgem como ninguém…

Mas o trecho escolhido é mais pra deixar claro que eu não sou, nem nunca fui, uma pessoa de chorar sozinha. Eu sempre faço questão de expor os meus motivos, sejam eles para amar, para rir, para odiar, para chorar. Essa sou eu, transparente ao excesso. Se eu amo, beijo. Se eu acho graça, gargalho. Se eu detesto, transpareço. Se fico triste, desabo em prantos. E não tem jeito, assim fui ao longo desses meus 31 anos. E assim serei pelo resto da vida, bradando meus sentimentos a quem estiver disposto a ouví-los.

Não se assuste pessoa
Se eu lhe disser que a vida é boa
Não se assuste pessoa
Se eu lhe disser que a vida é boa
Enquanto eles se batem
Dê um rolê e você vai ouvir
Apenas quem já dizia
Eu não tenho nada
antes de você ser eu sou
Eu sou, eu sou, eu sou amor
Da cabeça aos pés
Eu sou, eu sou, eu sou amor
Da cabeça aos pés
E só tô beijando o rosto de quem dá valor
Pra quem vale mais o gosto do que cem mil réis
Eu sou, eu sou, eu sou amor
Da cabeça aos pés

Dê um rolê (Moraes Moreira / Galvão) – Novos Baianos

Amo quando estou nessa vibe de transbordando amor pra todo o lado, achando a vida linda, maravilhosa. Amando e me sentindo amada. Apesar de todos os percalços ando assim, feliz, com a sensação de que tudo vai dar certo. E olha que ultimamente eu bem que ando numa maré de ziquizira! Ainda assim, tenho preferido fazer a Pollyanna e ver o lado melhor das coisas e vendo que tudo parece estar caminhando para um propósito bem maior. Por isso que eu digo pra quem quiser ouvir: a vida é boa sim, basta você querer que ela seja! =)

Instagram

Simples Desejo (Daniel Carlomagno e Jair Oliveira) - Luciana Mello #mpb #lucianamello #jairoliveira

Isso é um mantra diário, sempre que algo vem pra azucrinar e tirar a minha paz. 😊 Cajuína - Caetano Veloso (mas eu gosto bem mais na voz da Gal Costa) - é uma música linda, lindíssima, curtinha e maravilhosa, que sempre, sempre, sempre me arranca lágrimas. Caetano a compôs em homenagem ao amigo Torquato Neto, que foi junto com ele um dos fundadores do Tropicalismo, e que se suicidou no começo da década de 70.  #MPB #tropicalismo #caetanoveloso #galcosta #torquatoneto Ê, povo, ê - Gilberto Gil #MPB #GilbertoGil - música que tá tocando em looping na minha semana desde domingo. Código de acesso (Itamar Assunção) - Zélia Duncan #MPB #zéliaduncan #itamarassunção Eu nunca te amei idiota (Alvin L.) - Ana Carolina #MPB #rocknacional #anacarolina Sobre o tempo (John) - Pato Fu #patofu #rocknacional #fernandatakai Dê um rolê (Moraes Moreira) - Novos Baianos #NovosBaianos #MPB Caçamba (Éfson e Odibar) - Molejo #samba #pagode #molejo Viva (Kledir Ramil) – Kleiton e Kledir #MPB #kleitonekledir
Simples Desejo (Daniel Carlomagno e Jair Oliveira) - Luciana Mello #mpb #lucianamello #jairoliveira

Isso é um mantra diário, sempre que algo vem pra azucrinar e tirar a minha paz. 😊